8 mitos e verdades sobre a previdência privada

DESTAQUES POSTS Previdência Privada

Muita gente tem dúvidas sobre o funcionamento da previdência privada. É comum acreditar que ela tem alguma ligação com a aposentadoria formal, dada pelo INSS. Além disso, os diferentes planos disponíveis no mercado contribuem ainda mais para aumentar a confusão.

Mas fique tranquilo, porque a previdência privada é mais simples do que você pensa e mais acessível do que você imagina! No post de hoje, explicaremos como funciona esse tipo de investimento e esclareceremos 8 mitos e verdades sobre previdência privada.

Ficou curioso e quer saber mais sobre como garantir um futuro tranquilo para você e sua família? Então, continue a leitura do post!

Entendendo o que é a previdência privada

Podemos entender a previdência privada como uma aposentadoria independente do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), ou, melhor ainda, complementar a ele. Aderir a um plano de previdência privada não exclui você do INSS. A função dela é garantir uma renda futura para o titular ou para os beneficiários apontados por ele.

Os planos de previdência privada não têm nenhuma relação com o INSS. Na verdade, eles são fiscalizados pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão do governo que controla o mercado de seguros, previdências privadas abertas e capitalização.

O funcionamento da previdência privada é simples: você escolhe o melhor plano para os seus objetivos, estabelece em contrato o valor e a periodicidade das contribuições e, ao final, faz o saque, que pode ser único ou na forma de renda temporária. Na segunda alternativa, você recebe um valor todos os meses, como na aposentadoria tradicional.

Desvendando 8 mitos e verdades sobre a previdência privada

Muitas informações sobre previdência privada circulam na internet, mas nem todas correspondem exatamente à realidade. Você precisa entender bem esse tipo de investimento antes de contratá-lo, para estar seguro sobre seus benefícios e condições. Portanto, conheça agora os principais mitos e verdades sobre a previdência privada!

1. A previdência privada traz benefícios na Declaração do Imposto de Renda?

Verdade, mas depende da modalidade contratada. Os planos de previdência privada obedecem a dois regimes de tributação. No momento da assinatura do contrato, você decide qual deles deseja. São:

  • o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre);
  • o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre).

Ao optar pelo PGBL, você pode informá-lo na sua Declaração do Imposto de Renda anual e abater até 12% dos seus rendimentos tributáveis. Na hora do saque, o imposto é cobrado sobre o total que havia no fundo no momento do saque.

Dessa forma, é verdade que a previdência privada traz benefícios na Declaração do Imposto de Renda, mas apenas na modalidade PGBL.

Já o VGBL não pode ser deduzido do Imposto de Renda. Por outro lado, no momento do saque, o imposto só é devido sobre os rendimentos, e não sobre o total sacado.

2. Existe limite mínimo de idade para começar a receber?

Mito! Você pode começar o resgate do fundo no momento que achar mais apropriado, independentemente da sua idade. No entanto, é importante entender que quanto maior for o tempo de contribuição e maiores os aportes mensais, melhor será o seu benefício.

Ou seja, quanto antes começar, melhor. Dessa forma, é importante enxergar a previdência privada como um investimento de longo prazo, para garantir a tranquilidade que você e sua família necessitam e merecem para o futuro.

3. É possível transformar os pagamentos em uma aposentadoria vitalícia?

Verdade! Você escolhe a melhor maneira de receber o seu benefício, que pode ser:

  • um saque único do valor total disponível do fundo;
  • por meio de renda temporária, com parcelas pagas durante um tempo determinado;
  • ou como aposentadoria vitalícia, recebida mensalmente pelo titular durante a vida.

Essa liberdade de escolha é uma das principais vantagens da previdência privada em relação à Previdência Social. Assim, você pode adaptar o investimento aos seus planos e perspectivas de futuro, tirando o melhor proveito possível dele.

4. É preciso se aposentar pelo INSS para sacar a previdência privada?

Mito! A previdência privada pode ser contratada por qualquer pessoa, independentemente da idade, e a data de saque ou conversão em aposentadoria é escolhida no ato da contratação.

Se alguém deseja, por exemplo, contratar uma previdência privada infantil para o filho ou para o neto e quer que ele passe a recebê-la de forma vitalícia a partir de 35 anos, por exemplo, tem toda liberdade para fazer isso. Até quem nunca contribuiu com o INSS pode contratar uma previdência privada.

5. Há a opção de resgatar o montante todo depois de contribuir?

Verdade! Você não é obrigado a converter sua previdência privada em uma renda vitalícia. Como dissemos no tópico anterior, a escolha de como o benefício será recebido é totalmente sua. Inclusive, você pode receber o total do que foi acumulado ao longo dos anos de uma única vez.

6. É muito caro pagar uma previdência privada?

Mito! Existem diversos planos de aposentadoria privada que se ajustam aos mais diferentes bolsos. Infelizmente, há no Brasil o mito de que previdência privada é coisa de rico. Mas isso não é verdade! Previdência privada é um investimento acessível para pessoas de todas as classes sociais.

7. O dinheiro investido pode ser sacado sem multa a qualquer momento?

Mito! Existe um limite mínimo de tempo, que é estipulado em contrato, para fazer o resgate do dinheiro contribuído. Caso você necessite ou queira realizar o resgate antes do tempo, será paga uma multa sobre o valor disponível.

8. A escolha dos beneficiários de uma previdência privada é livre?

Verdade! A previdência privada é uma das melhores garantias de sucessão patrimonial. É possível escolher os beneficiários do seu plano, ou seja, em caso de falecimento do titular, o saldo vai direto para os benefícios escolhidos por ele, sem necessidade de passar por processo de inventário.

Conhecendo as vantagens de fazer uma previdência privada

A previdência privada é uma das formas mais seguras e inteligentes de investir o seu dinheiro. Ao contrário do que muita gente imagina, ela não elimina a Previdência Social, mas a complementa, o que garante dias tranquilos de aposentadoria.

Sendo um investimento acessível, que cabe em todos os bolsos, os planos de previdência privada oferecem diferentes opções de resgate, de acordo com a necessidade de cada beneficiário. Além disso, ela é uma ótima maneira de garantir a sucessão patrimonial.

Como você pode ver ao longo deste artigo, os mitos e verdades sobre previdência privada são muitos, mas basta se informar um pouco a respeito do assunto para entender que não se trata de nada complicado ou inacessível. Para não errar na escolha do seu plano, busque orientação com uma corretora renomada e com grande experiência no ramo de seguros privados, como a Classic Seguros.

Decidido a garantir o seu futuro a partir de hoje? Entre em contato com a gente agora mesmo e conheça o melhor plano de previdência privada para o seu caso!