Finanças do casal: como organizar contas

DESTAQUES Finanças Pessoais POSTS

Por mais que o casal seja econômico, frente a grande quantidade de despesas que surgem, no dia a dia, é difícil ter um controle efetivo de suas finanças, uma situação que pode acarretar muitas dores de cabeças, como dívidas. Pensando nesse problema, preparamos um conteúdo com diversas informações úteis para o casal que deseja organizar contas e otimizar seus rendimentos, fazendo um uso mais racional e eficiente deles.

Gostaria de ter acesso a este conhecimento? Continue lendo e descubra como um casal pode organizar suas contas e eliminar problemas financeiros!

CONVERSE SOBRE DINHEIRO

Rompa com o tabu e fale sobre dinheiro com a pessoa que você escolheu para dividir a vida. Por mais que existam alguns objetivos individuais e outros compartilhados, a falta de sinceridade e transparência financeira pode atrapalhar a convivência familiar.

Portanto, abra o jogo sobre remuneração, planos e gastos. Divida angústias e compartilhe conquistas. Juntos será muito mais fácil alcançar a qualidade de vida que vocês tanto almejam.

Como o diálogo será aberto, o casal pode aproveitar para fazer a divisão das despesas considerando a proporcionalidade dos ganhos de cada um. Dessa forma, ninguém vai achar que está contribuindo mais que o outro cônjuge.

FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO BEM ESTRUTURADO PARA MANTER SUAS FINANÇAS EM DIA

Você já chegou ao final do mês sem fazer ideia de onde o dinheiro foi parar? Essa situação é mais comum do que podemos imaginar e, como consequência, pode gerar sérias brigas no relacionamento.

Para que os gastos não fujam ao controle, é essencial que todas as despesas sejam planejadas — tanto as fixas quanto as variáveis. O casal pode compartilhar uma planilha em que todas as entradas e saídas sejam listadas.

Além de deixar tudo bem controlado, ao final do mês, vocês poderão fazer um controle dos gastos da família e identificar gastos desnecessários a fim de orientar possíveis mudanças no consumo.

Extrapolando o recurso, recomendamos que o casal fixe tetos para determinados gastos (variáveis) e esteja disposto a adotar medidas que gerem economia — como gastar menos tempo no banho e sair menos vezes para jantar fora.

MANTENHA UMA RESERVA DE SEGURANÇA

Todos nós estamos sujeitos aos efeitos dos imprevistos. Eles não podem ser evitados e, se o casal não contar com um plano B, as consequências serão devastadoras. A dica de ouro para passar bem por situações indesejadas é contar com uma reserva de segurança.

Estabeleçam um valor que dê para cobrir os gastos mensais por um período e poupe até que a marca seja atingida. Ao fazer isso, em caso de perda de emprego ou um acidente, por exemplo, o casal não ficará desamparado.

APOSTE NO SEGURO DE VIDA

Uma alternativa que traz conforto e segurança para passar por situações imprevisíveis é o seguro de vida. Ele protege o titular e seus dependentes contra os efeitos de algo que coloque em risco as condições de trabalho e a vida.

Além disso, existe a cobertura por invalidez e o amparo para o caso de falta do responsável financeiro da família. Apesar de esse ser um assunto difícil de discutir — afinal, ninguém quer cogitar a possibilidade de um imprevisto devastador —, ele não pode ser ignorado. É muito mais difícil resolver um problema sem nenhum planejamento, não é mesmo?

RESERVE UMA PARCELA DO SALÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DE SONHOS

Qual é o lugar no mundo que vocês sonham conhecer? Existe um modelo de carro que enche os olhos do casal? O sonho da casa própria é compartilhado na relação? Seja qual for o sonho, ele costuma ser caro e pode apertar muito o orçamento.

No entanto, para o desejo sair do campo das ideias e se tornar realidade, mesmo que em longo prazo, é essencial que vocês separem uma parte das finanças para o investimento. Para isso, descubra quanto ele custa e defina um valor que deve ser poupado todo mês.

Além de ter a noção de quando a meta será atingida, também é possível acumular juros.
A quantia deve ser discutida e fixada em comum acordo, de modo que não prejudique as finanças do casal. Mesmo que a concretização demore, vocês devem manter o foco e não desanimar. Todo o esforço valerá a pena!

SEPARE UMA QUANTIA PARA SER GASTA COM LAZER

A nossa jornada não é constituída só de trabalho e contas a pagar. O lazer é muito importante para aumentar a qualidade de vida do casal e provocar a sensação de bem-estar. Por isso, mensalmente, é necessário que vocês separem uma quantia máxima a ser gasta com programas divertidos.

Cinema, bares e restaurantes devem integrar esse conjunto. Além disso, inclua atividades que vocês gostem de fazer e que proporcionem prazer. Mas atenção: isso não faz parte da reserva de sonhos. Ela é um valor separado exclusivamente para o lazer habitual, e a ideia é economizar para não extrapolar o valor pré-determinado.

DESTINE UM VALOR PARA COMPRAS PESSOAIS

Apesar de a vida compartilhada ser uma delícia, as demandas individuais não podem ser esquecidas dentro do relacionamento. Para não as deixar de lado, converse com o seu companheiro sobre a possibilidade de ambos destinarem uma porcentagem do salário para suprir esses desejos.

Assim, ninguém precisará discutir com o outro sobre comprar uma roupa nova, vinhos legais ou mesmo fazer uma pequena loucura. Com planejamento, as suas necessidades, bem como as do casal, poderão ser contempladas. Experimente e vivencie os benefícios disso na relação!

FAÇA INVESTIMENTOS

Nos tempos em que vivemos, com a implementação de uma reforma previdenciária, e com as regras para a aposentadoria ficando cada vez mais duras, o futuro, ter uma velhice tranquila, é uma preocupação para muitos casais.

Outros pontos importantes de preocupação, que constantemente passam pela cabeça de casais que têm filhos, ou que pretendem ter, são a educação e a saúde. Com escolas, Universidades e planos de saúde com preços tão elevados, considerá-los é fundamental para organizar contas.

Um meio eficaz de garantir recursos, tanto para conquistar uma aposentadoria tranquila quanto para cuidar das necessidades de seus filhos, é dedicar parte de seus rendimentos a investimentos.

O mercado de ações, por exemplo, é interessante para se alocar o dinheiro da aposentadoria. Isso ocorre porque, ao longo do tempo, a valorização de boas ações tende a superar a oscilação de preços.

Para casais que desejam guardar recursos para pagar a escola dos filhos, por sua vez, e que farão uso do dinheiro mais cedo, investimentos de liquidez diária, como os títulos do Tesouro Selic e alguns CDBs, podem ser a melhor opção.

É importante que o casal estude e converse com um especialista antes de fazer investimentos, principalmente em ações.

DÊ PRIORIDADE AO PAGAMENTO DE DÍVIDAS

Antes de realizar qualquer investimento, também é importante que o casal tenha certeza de que não existe nenhuma dívida em aberto.

Como os juros, cobrados por instituições financeiras, costumam ser mais elevados do que a taxa de retorno de investimentos, essa tarefa só é vantajosa quando as dívidas forem eliminadas.

Além disso, é importante levar em consideração que imprevistos acontecem é que, em alguma situação, o casal pode se ver forçado a buscar crédito e com o nome sujo ser bem-sucedido nessa tarefa é muito difícil.

Portanto, é fundamental que o casal, interessado em organizar contas, se livre de todas as dívidas.

PROCURE UMA RENDA EXTRA

É possível que a renda mensal, auferida pelo casal, seja insuficiente para quitar suas dívidas e ainda realizar investimentos. Nesse tipo de situação é sempre útil avaliar os gastos e cortar despesas desnecessárias.

A questão é que, mesmo depois de executar essa atividade, muitas vezes o dinheiro que sobra ainda é muito curto. Frente a este problema, buscar uma fonte de renda extra pode ser a melhor opção.

Existem diversos sites e aplicativos que oferecem oportunidades de rendimento. Entre elas podemos citar cuidar de animais, vender produtos como afiliados e até mesmo produzir conteúdo relevante.

Se faz necessário, porém, que o casal examine bem o tipo de tarefa e se certifique de que a plataforma por trás dela é confiável. Tomando esse cuidado, é possível evitar dores de cabeça, como trabalhar e não receber pelo serviço prestado.

USE A TECNOLOGIA A SEU FAVOR

Organizar contas de forma eficiente é o objetivo de muitas pessoas, mas ter um controle preciso do orçamento e separar corretamente os valores a serem alocados em cada despesa tende a ser uma tarefa difícil, principalmente para pessoas com pouca experiência.

Neste contexto, a tecnologia surge com diversas soluções em aplicativos. Por meio deles, o casal pode planejar todas as suas despesas e até mesmo separar uma parte para investimentos.

Apesar da comodidade oferecida por aplicativos, é importante que o casal tome cuidado para não baixar um app malicioso em seu dispositivo móvel.

Um meio de garantir a segurança da aplicação é verificar as avaliações deixadas por outros usuários. Além disso, é sempre recomendável contar com um bom antivírus, mesmo no smartphone.

Embora a tarefa de organizar as contas de um casal não seja tão simples, pois envolve a participação direta de duas pessoas, que muitas vezes tem ideias e vontades diferentes, ela pode ocorrer sem atritos. O fundamental é que conversas não sejam deixadas de lado, e que as decisões sejam tomadas em conjunto!

Agora que você quais cuidados tomar para organizar contas de casal, que tal continuar a receber conteúdos relevantes? Curta nossa página no Facebook e se mantenha informado!