Parcelamento do cartão de crédito: como fazer

DESTAQUES Finanças Pessoais POSTS

O surgimento do cartão de crédito facilitou muito a vida dos compradores. Ter a comodidade de usar apenas um pedaço de plástico para realizar a compra, sem nem ter certeza de que você realmente vai ter dinheiro para quitá-la ao fim do mês, é sem dúvidas, algo que transformou o hábito de consumo das pessoas.

No entanto, é importante manter o controle de gastos e o equilíbrio do orçamento. Caso contrário, essa comodidade pode se transformar, na verdade, em uma grande dor de cabeça. Quase metade da população brasileira se encontra endividada hoje, índice alarmante para todos os consumidores e que mostra a importância de ter cuidado e cautela na hora da compra.

Pensando nisso, enumeramos 5 tópicos sobre o parcelamento do cartão de crédito para ajudar você a administrar bem suas finanças usufruindo, de forma saudável e da melhor maneira possível, da possibilidade de dividir suas compras. Vamos lá?

1. Quando vale a pena parcelar as compras no cartão de crédito?

Ao realizar compras de valor elevado ou que causam grande impacto no orçamento, vale a pena parcelar a compra para diluir o gasto ao longo dos meses. Porém, é essencial se certificar de que será possível arcar com as parcelas, ou seja, de que terá dinheiro suficiente para pagar cada uma delas mesmo se acontecer uma fatalidade como, por exemplo, você perder o emprego.

2. Que cuidados eu preciso tomar ao optar pelo parcelamento?

Os cuidados necessários quando se opta pelo parcelamento estão justamente ligados à capacidade de honrar com a obrigação no futuro. Isso porque muitas pessoas acabam se iludindo com a opção de dividir o valor gasto e julgam ter maior poder de compra do que realmente têm.

Assim, se não houver cautela na hora de usar a opção de parcelamento do cartão de crédito, é possível que essa ferramenta tenha efeito contrário e acabe por atrapalhar sua organização financeira ao invés de ajudar.

controle financeiro familiar

3. Quais são os riscos de parcelar o cartão de crédito?

Não ter condições de assumir as parcelas ao longo dos próximos meses faz com que o consumidor entre em situação de inadimplência e se complique financeiramente. Isso porque as taxas de juros cobradas pelas bandeiras de cartão de crédito para quem atrasa o pagamento são altas e fazem com que a dívida aumente e vire, cada vez mais, uma bola de neve.

Esse é um risco grande que as pessoas incorrem ao usar o cartão e, por isso, merece uma atenção especial de quem opta por essa alternativa de pagamento.

4. Como funciona o parcelamento?

O funcionamento do parcelamento é bem simples de entender. Quando está usando o cartão de crédito, o consumidor tem a opção de dividir a compra em determinadas parcelas com o objetivo de diluir o valor a ser pago nas próximas faturas.

As regras desse parcelamento, como a incidência de taxas de juros sob o valor da compra, são determinadas pela própria loja. Uma pessoa, por exemplo, que vai comprar um sofá de R$5000,00 e opta por parcelar a compra em 5 vezes sem juros, pagará pelos próximos 5 meses o valor de R$1000,00.

5. Que outras alternativas existem?

Para quem não tem segurança em parcelar, pois tem medo de se comprometer financeiramente no futuro, uma boa opção é juntar o montante necessário e comprar à vista. Com essa alternativa, é possível negociar descontos com o comerciante, uma vez que o recebimento do dinheiro na hora também é uma opção mais interessante para ele.

Além disso, você pode também deixar o dinheiro das parcelas reservado e aplicado em investimentos, se comprometendo a não mexer nele a não ser para quitar a dívida realizada.

Pronta para usar o parcelamento do cartão de crédito? Com sabedoria e parcimônia, é possível usufruir dessa opção de pagamento a seu favor, a fim de equilibrar suas contas e se manter saudável financeiramente. Se você gostou do conteúdo, compartilhe este post e alerte os amigos que também precisam dessas dicas!