Profissional liberal: como organizar as contas sem renda fixa?

Carreira DESTAQUES POSTS

O planejamento financeiro para profissional liberal é essencial para garantir o alcance dos seus objetivos. Sem essa organização, as vulnerabilidades aumentam pela ausência de um salário fixo. Como nem todas as pessoas adotam um comportamento preventivo, a ocorrência de alguma eventualidade pode comprometer o seu orçamento e se torna mais difícil saber como organizar as contas sem renda fixa.

Se você se enquadra nessa categoria e não possui um rendimento fixo, o comprometimento com o controle das suas finanças deve ser ainda maior para evitar situações desagradáveis ao longo da vida. Por esse motivo, preparamos algumas dicas de como organizar as contas sem renda fixa. Veja este post para ter maior tranquilidade financeira mesmo. Confira!

Tenha um planejamento financeiro

Ter o controle das finanças é essencial para o alcance dos seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Por isso, o profissional liberal deve possuir um bom planejamento financeiro, para que sejam definidas estratégias para o alcance das suas metas.

Para o controle mais efetivo das suas finanças, você pode contar com o auxílio de planilhas ou aplicativos. O importante é estar sempre ciente das suas limitações financeiras para não realizar dívidas que não podem ser quitadas.

Mantenha uma reserva de emergência

A formação de um fundo emergencial é imprescindível para todas as pessoas e, principalmente, para os profissionais liberais que não têm renda fixa. Os especialistas recomendam que esse montante deve ser equivalente a cerca de seis meses da sua renda média ou o suficiente para cobrir as despesas durante esse período.

Assim, no caso de ocorrência de alguma eventualidade, como ausência de entradas ou doença, é possível que você conserve o seu padrão de vida durante algum tempo.

Faça uma previdência privada

Se você quer viver com segurança e tranquilidade durante a sua aposentadoria, faça uma Previdência Privada, que funciona como uma poupança de longo prazo. Ao fazer a contratação do plano — que pode ser o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) ou o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) — você define o valor a ser investido e a sua periodicidade.

Após transcorrido o período estabelecido, você pode receber os valores acumulados — corrigidos por algum indexador — mensalmente ou de uma vez só, de acordo com o estabelecido em contrato.

Contrate um seguro de vida

Ter um seguro de vida é uma das dicas mais importantes para quem é profissional liberal, pois além de proteger a família, também fornece proteção ao segurado em períodos não trabalhados. Ou seja, nos casos de invalidez temporária ou permanente, o titular ou as pessoas indicadas por ele têm direito a receber a indenização estabelecida em contrato.

Como você pode perceber, a adoção de algumas medidas pode garantir maior segurança financeira para o profissional independente. O importante é ter o controle das finanças e adotar um comportamento preventivo ao longo da vida.

E aí, gostou deste post? Entendeu como o planejamento financeiro para profissional liberal é essencial para garantir a segurança das suas finanças? Se você quer se aprofundar um pouco mais com nossas dicas, confira nosso artigo sobre como o seguro de vida pode trazer tranquilidade para a sua família!