Por que as pessoas têm preconceito em contratar um seguro de vida?

DESTAQUES POSTS Seguro de Vida

Os brasileiros não têm o costume de investir em um seguro de vida, isso é o que diz o estudo feito pela Universidade de Oxford. Segundo a pesquisa, apenas 19% dos brasileiros entrevistados afirmaram ter algum seguro que os ampare em casos de morte ou doença — esse número é bem baixo se comparado à média mundial que é de 32%.

A grande verdade é que, aqui no Brasil, as pessoas têm preconceito com seguro de vida, o que é uma grande bobagem. Adquirir esse serviço só traz benefícios ao segurado e família, não há o que temer.
Se você é uma pessoa aberta a mudar de opinião, continue com a leitura e entenda quais são as vantagens de contratar um seguro de vida.

O QUE É UM SEGURO DE VIDA?
Antes de começar a falar sobre o assunto, é importantíssimo reforçar esse conceito, visto que ele pode não estar muito bem esclarecido para algumas pessoas.

O seguro de vida visa garantir a estabilidade financeira dos familiares do contratante após a sua morte em casos de doença e acidentes. Conta também com assistências e coberturas que podem ser utilizadas em vida.

O tipo de apólice varia de cada empresa, mas geralmente existem dois tipos dela: a coletiva e a individual. A cobertura do seguro também é outro ponto que muda muito e deve ser discutida antes de se fechar o contrato.

POR QUE AS PESSOAS TÊM PRECONCEITO COM SEGURO DE VIDA?
Muitas acreditam que a aquisição do seguro possa despertar a ganância dos demais membros da família, gerando brigas e até mesmo assassinatos. Pensar dessa forma é ser pelo menos um pouco pessimista e exagerado.

Também há o caso de pessoas supersticiosas que acham que se preparar para o pior e “pensar na morte” traz má sorte. Ninguém tem o direito de desdenhar da crença alheia, mas é por causa de superstição que a maioria dos brasileiros se recusam a fazer um seguro de vida.

Todo esse preconceito não passa de imaturidade financeira e imediatismo. O seguro é um investimento para o futuro, e é isso o que muitas pessoas não conseguem entender, elas querem ver o fruto do seu investimento em pouco tempo e não ter que esperar por anos para resgatar uma boa quantia.

Os indivíduos ainda não conseguem enxergar o seguro de vida como um investimento, pois esse dinheiro dificilmente será usado pelo segurado em vida, é mais provável que a sua família receba a indenização, o que dá a sensação de dinheiro jogado fora. Alguns são egoístas e imaturos ao ponto de pensarem o absurdo de que contratar um seguro é garantir o bem-estar do seu cônjuge com uma outra pessoa após a sua morte.

Segundo as corretoras, os brasileiros não são bons investidores e precisam aprender muito sobre o mercado financeiro, mas, felizmente, essa realidade está mudando aos poucos.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DO SEGURO DE VIDA?
Adquirir um seguro de vida traz diversos benefícios tanto para o segurado quanto para a sua família. Confira agora algumas das principais vantagens:

1 Proporciona segurança aos dependentes
Contratar esse serviço é pensar muito mais nas pessoas com quem você se importa do que em você mesmo. Imagine só como ficariam os seus filhos ou os seus irmãos caso você se fosse. Temos certeza que não deseja que eles passem por momentos financeiramente difíceis depois da sua morte.

Todo segurado tem seus dependentes financeiros, ou seja, pessoas que necessitam da renda dele para sobreviver. Assim, com o seguro de vida, esses indivíduos não ficarão desamparados caso você sofra algum acidente, adoeça ou passe por qualquer coisa que o impossibilite de contribuir com a renda da família. Dessa forma você a protege e fica tranquilo.

2 Assegura contra imprevistos
Quem acha que o seguro de vida é um desperdício, porque o segurado em si não utiliza do dinheiro, está muito enganado. Proteger a família em casos de morte não é o único objetivo do serviço.

Ele também preserva o próprio segurado de qualquer imprevisto financeiro. Por exemplo, você pode usar o dinheiro da indenização para cobrir os gastos de um tratamento médico caro. Não é nada agradável pensar que no futuro você pode adoecer, mas ninguém está imune a esse tipo de tragédia, por isso, se preparar para o pior é sempre a melhor opção.

3 Possibilita o resgate do valor investido
O que poucas pessoas sabem é que você não precisa esperar algo de ruim acontecer para receber o dinheiro do seguro. Em algumas modalidades específicas (verificar no momento da contratação de sua apólice), é possível fazer o resgate do valor investido sem haver morte ou invalidez nenhuma do segurado.

Tal operação pode ser feita após o tempo de carência, e o valor investido é corrigido pela inflação, além de acumular os juros durante o período em que foi guardado (o contratante resgata parte do valor corrigido). Essa é uma ótima alternativa para quem quer poupar o dinheiro sem ter a chance de cair na tentação de pegá-lo em pouco tempo.

4 Não entra no inventário
A pessoa deve escolher, ainda em vida, quem receberá a indenização no caso de sua morte, mas, o lado bom é que essa quantia monetária não vai entrar no inventário do segurado. Essa é uma vantagem, pois, não constando no inventário, o dinheiro da indenização não pode ser usado para quitação de dívidas involuntárias.

5 É totalmente personalizável
Também são poucos os sujeitos que sabem que o seguro de vida pode ser personalizado para cada um. O serviço se adéqua à realidade do indivíduo, ao tamanho de sua família, suas necessidades e até mesmo ao seu orçamento.

Há várias formas de complementar a cobertura do seguro, por exemplo, é possível fazer a indenização ser usada primordialmente para a educação dos filhos do segurado. Depois desse texto ficou claro que o preconceito com seguro de vida que os brasileiros têm não passa de bobagem. Quem pesquisa mais sobre o assunto sabe que adquirir essa cobertura é muito importante, principalmente para quem mora em um país tão violento quanto o Brasil.

Ficou interessado em fazer um seguro de vida? Então leia este nosso outro texto e entenda quais são os aspectos que influenciam no preço do seguro de vida.