Fechar

Aviso
Devido ao feriado do securitário, não teremos expediente hoje.
Retornaremos nossas atividades dia 17/10.

Previdência Privada

FALE COM UM CONSULTOR

Nada melhor do que se planejar
para aproveitar o futuro da melhor forma!

Sessenta anos a partir de agora é o futuro, mas daqui a sessenta segundos também é o futuro. E nós estamos aqui para ajudar você a aproveitar ao máximo tudo isso. A previdência privada é o investimento financeiro ideal para complementar sua aposentadoria ou proporcionar a realização de um sonho futuro como a compra de um bem, uma viagem, os estudos do seu filho ou qualquer outro projeto.

Por que contratar uma previdência privada

Você sempre no controle Nossa proposta é que você tenha o controle financeiro da sua vida. Com contribuições mensais, o controle do orçamento fica mais fácil e você define o valor da contribuição.

Quem poupa a longo prazo conta com vantagens tributárias Optando pela tabela regressiva, quanto maior o tempo de investimento, menor será o valor pago do imposto. Já na tabela progressiva, a porcentagem do imposto a ser pago, está relacionado ao valor investido.

A transmissão dos bens aos herdeiros pode ser facilitada O valor do saldo da previdência não entra no inventário e a indicativa de beneficiário é de livre escolha do contratante.

Contribuição flexível Aplique uma única vez ou faça aplicações mensais. Você pode alterar o valor quando desejar e fazer novas aplicações a qualquer momento.

A forma de resgate do dinheiro pode ser programada Dependendo do seu objetivo, você pode escolher o prazo para a retirada do seu montante e definir se será mensal ou integral.

Adequado às suas necessidades Caso aconteça algum imprevisto, o valor pode ser adequado às suas condições financeiras, ou até mesmo suspenso até que você possa efetuar novamente os pagamentos. Lembrando que isso afetará no seu objetivo final.

FALE COM UM CONSULTOR

Conheça as modalidades de planos

Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL)

Durante a fase de acumulação, o VGBL não tem incentivo fiscal. Em compensação, no momento em que você receber os recursos acumulados, o Imposto de Renda (IR) incidirá exclusivamente sobre os rendimentos, ou seja, o valor acumulado não é taxado pelo IR.

Além disso, o VGBL é a única aplicação que não sofre bloqueio judicial automático em ações trabalhistas, cíveis, entre outras. Os beneficiários do VGBL são escolhidos pelo titular do plano, podendo dispor livremente de sua herança. O VGBL é ideal para você que é isento ou declara Imposto de Renda pelo formulário simplificado.

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)

Essa é uma modalidade que tem incentivo fiscal na fase de acumulação, sendo permitido ao contratante deduzir até 12% da renda bruta anual. No entanto, quando você for resgatar os recursos acumulados ou o benefício, haverá cobrança do Imposto de Renda (IR) sobre o valor total pago (mensalidades + rendimentos). Tomemos como exemplo uma pessoa cuja renda bruta anual equivale a R$100.000,00. Caso tenha investido até 12% desse valor numa previdência PGBL, o valor deduzindo de IR será de R$88.000,00. O PGBL é para você que declara Imposto de Renda pelo formulário completo.

FALE COM UM CONSULTOR
Fale com um especialista e conheça nossos planos de previdência e escolha aquele que se adequa melhor à sua realidade.

Tire suas dúvidas sobre previdência privada

O que é reserva?

É o valor correspondente ao total de recursos aplicados pelo participante ao plano, mais seus rendimentos líquidos de taxa de administração, constituídos durante o período de acumulação. A reserva do cliente servirá de base para o cálculo futuro da renda de aposentadoria do participante.

O que é previdência privada?

A previdência privada é um tipo de investimento que consiste em uma forma de aposentadoria que não tem correspondência com a sistemática do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Sua fiscalização é feita pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), que é um órgão pertencente ao Governo Federal. Ela também pode ser utilizada como uma aplicação de rendimentos futuros, que podem ser retirados em um momento predeterminado.

Como funciona a previdência privada?

Os planos de previdência privada possuem certo dinamismo em seus investimentos. É possível estabelecer previamente o valor de sua contribuição mensal e anual, fixando-os a uma, também escolhida, periodicidade. Assim, uma pessoa pode estipular contribuir com R$ 100,00 em um ano, por exemplo. Mas, obviamente, seus rendimentos se proporcionarão ao valor que foi pago.

É seguro investir em previdência privada?

Todos os fundos de previdência aberta devem obedecer às determinações e regras da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), que disciplina, normatiza e fiscaliza a atuação dos diversos integrantes do mercado.

A regulação garante a transparência e a segurança que o investidor de previdência privada precisa para criar uma poupança de longo prazo. É importante lembrar que, além da regulamentação, há gestores renomados por trás de grande parte dos fundos de previdência.

O que é PGBL e VGBL?

Os dois tipos de planos mais comuns de contribuição são os seguintes:

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL): esse plano é recomendado para pessoas que tenham renda elevada, pois se o valor da contribuição representar até 12% de sua renda bruta anual, poderá ser abatido no Imposto de Renda. Porém, na hora do saque, o imposto será cobrado sobre o valor total que havia no fundo.

Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL): ele diferencia-se do PGBL em não poder ser tirado do Imposto de Renda. A sua vantagem é que quando o dinheiro for sacado, o imposto será arrecadado somente com base nos rendimentos obtidos com o investimento.
Em ambos os planos, pode ser estabelecido se os rendimentos serão dados por determinado período de tempo ou se serão vitalícios. Assim, observando os regulamentos com suas particularidades inerentes, é possível encontrar aquele que melhor se enquadra ao seu perfil investidor.

Como escolher a tabela de tributação da previdência privada?

Quem investe nos planos PGBL ou VGBL pode escolher de que forma será cobrado o seu imposto de renda. A tabela de tributação da previdência privada pode ser de dois tipos: a progressiva e a regressiva.

1) Modelo Progressivo:

Se o seu objetivo é investir menos de 10 anos, ou seja, a curto ou médio prazo. Para cada valor existe uma porcentagem de imposto, seguindo a mesma alíquota já utilizada em salários. Os percentuais variam de zero, ou isento, até 27.5%.

2) Modelo Regressivo:

Se o seu objetivo é investir por mais de 10 anos, ou seja, a longo prazo a tabela mais indicada para você é a Regressiva. A cada 2 anos diminui 5% da porcentagem de imposto pago, iniciando com 35% e chegando ao valor de 10%.

Obs.: É permitida a portabilidade da tabela de tributação progressiva para regressiva. Mas é importante ressaltar que ao realizar a mudança de tabela a contagem começa do zero em 35%, ou seja, o tempo que o dinheiro já ficou investido não irá contar para diminuição da alíquota do imposto. O caminho inverso não é permitido.

Ver mais
FECHAR

[recaptcha]