Por que considerar seguro de vida como investimento?

POSTS

Você já pensou em seguro de vida como investimento? Hoje, as pessoas têm se preocupado muito mais em buscar alternativas para aplicar o seu dinheiro, uma vez que traz garantias para o futuro e contribui para que tenha uma maior tranquilidade para imprevistos, ao invés de considerar o seguro de vida como investimento.

Podemos dizer que o seguro de vida trata-se de uma garantia aos seus segurados e dependentes, um aporte financeiro em situações específicas, como morte ou invalidez.

Sendo assim, mensalmente é paga uma apólice, contribuindo para que membros da família possam manter um padrão de vida nesse tipo de contexto apresentado. Pensando nisso, elaboramos este material para que você entenda um pouco mais sobre o assunto e tire suas dúvidas quanto aos benefícios que esse tipo de investimento oferece e por que você deve considerar o seguro de vida como um investimento.

Continue a leitura e confira 7 benefícios!

1. Aporte financeiro a família e dependentes

Conforme mencionamos, um dos grandes destaques do seguro de vida está relacionado ao aporte financeiro oferecido à família e aos dependentes. Especialmente para jovens que estão começando a construir o seu patrimônio e ainda não contam com grandes recursos, será uma tranquilidade para casos de morte prematura ou invalidez, deixando a família resguardada — o que possibilita um melhor planejamento financeiro nessas situações.

Outro ponto interessante relacionado ao seguro de vida está na possibilidade de mesclar com outros produtos. Principalmente para quem tem filhos pequenos ou cuida de algum familiar próximo — irmão, por exemplo — há a oportunidade de personalizar as coberturas, como seguro educacional, seguro habitacional, entre outros — de acordo com as ofertas da empresa escolhida e das necessidades da própria pessoa.

2. Personalização da cobertura

Quem trabalha em uma empresa que já oferece seguro de vida ao profissional, é indicado que tenha um investimento nesse sentido. Afinal, planos empresariais, muitas vezes, contam com limitações relativas à cobertura. Quando você busca por uma empresa para aplicar o seu dinheiro nesse tipo de produto, naturalmente tem a possibilidade de buscar por alternativas que atendam às suas necessidades.

O seguro de vida, por exemplo, não precisa ser resgatado apenas no caso de falecimento. Pode ser utilizado em situações de doenças graves, que arquem com os custos do tratamento no hospital. Além disso, há a oportunidade de usufruir dos seus benefícios em casos de invalidez temporária, possibilitando que a família passe por esse momento conturbado em uma situação menos crítica.

3. Bom custo-benefício do seguro de vida

Quando mencionamos sobre o custo-benefício do seguro de vida para jovens, não estamos abordando apenas sobre as amplas possibilidades de resgate que ele oferece em situações distintas. Mas, também, o fato de que essa parcela de público conta com produtos com preços mais em conta do que pessoas mais velhas, por exemplo.

Além disso, é uma garantia de reforço para as reservas financeiras. É essencial que pessoas mais novas se preocupem com um bom planejamento, uma vez que proporciona maior educação no momento de comprar, permite entender quais são os custos mensais e corte aqueles gastos considerados supérfluos.

Nesse sentido, o seguro de vida será um aliado para que haja mais tranquilidade em situações extraordinárias, contribuindo para a qualidade de vida do indivíduo.

4. Diversificação de investimentos

Se você é jovem e já investe o seu dinheiro, é um bom sinal. Porém, é essencial entender sobre a importância da diversificação de investimentos para uma pessoa. Entre as vantagens que a diversificação de investimentos traz, destacamos:

  • oportunidade de encontrar outras alternativas no mercado que ofereçam um bom rendimento;
  • redução de riscos para o jovem investidor;
  • possibilidade de maximizar os lucros potenciais;
  • aumento do conhecimento técnico em relação aos investimentos para jovens;
  • tranquilidade para o investidor, especialmente em situações atípicas; entre outros.

Por essa razão, é essencial que busque por outras opções no mercado — e o seguro de vida, devido a todos os outros ganhos mencionados, será um produto essencial para essa diversificação, trazendo segurança não apenas para o jovem, como para seus possíveis dependentes e familiares nos mais diversos contextos.

5. Cobertura de doenças graves

Existem coberturas que podem ser resgatadas, além de casos de falecimentos. É o caso das doenças graves. Existe a necessidade de pessoas mais jovens também estarem prevenidas para esses tipos de situações, especialmente para quem está começando a construir seu patrimônio.

Ao contar com uma reserva financeira, certamente você está se assegurando em relação a essas possibilidades, uma vez que precisa ficar afastado por um tempo das atividades. Além disso, de acordo com o produto contratado, vai garantir reembolso quanto a despesas hospitalares, médicas e odontológicas, desde que seja limitado ao capital segurado.

6. É isento na cobrança de imposto de renda

Independentemente de qual seja o tipo de investimento escolhido, você precisa estar atento quanto ao imposto de renda a ser pago e as taxas habituais cobradas no mercado. Quando há a aposta no seguro de vida como investimento, esse ponto se destaca. Não há incidência de qualquer tributo sobre o pagamento da indenização.

Se houver o resgate devido a alguma situação em específica, é preciso que ela seja declarada, mas não vai haver nenhum tipo de cobrança. Inclusive, esse é considerado um dos poucos produtos do mercado que não existe nenhuma taxa nesse sentido, garantindo melhores resultados para o dinheiro aplicado.

Outro ponto que merece a atenção: quando há adesão ao seguro de vida, o favorecido também está isento quanto ao Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações, também conhecido como ITCMD. Esse tipo de taxa é arrecadado em partilhas de heranças e também de transmissões de doações. Como há essa isenção, o seguro de vida se torna ainda mais convidativo tanto para o segurador quanto para os segurados.

7. Facilidade de trocar os beneficiários no seguro de vida

Apesar de muita gente pensar que existe muita burocracia para a troca dos beneficiários, isso pode ser feito diversas vezes pelo segurador durante a vigência do contrato, sendo uma outra facilidade encontrada pelo seguro de vida.

Neste conteúdo, você pôde conhecer algumas das vantagens do seguro de vida como investimento. Para que essa escolha seja ainda mais efetiva, o ideal é buscar por uma empresa que tenha tradição no mercado, que ofereça um atendimento de qualidade e que ofereça todo o suporte necessário para tirar as dúvidas quanto ao produto e quanto às coberturas que ele oferece.

Se você ficou interessado, entre em contato com a gente, converse com nossos profissionais e tire suas dúvidas!