Seguro de vida no planejamento financeiro

POSTS

Ter um bom planejamento financeiro pessoal é essencial, principalmente para lidar com alguns imprevistos que acabam acontecendo.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o ano de 2020 fez com que diversas pessoas acabassem percebendo que necessitavam de um planejamento financeiro melhor. Incluir o seguro de vida no orçamento se tornou uma necessidade básica.

Um bom planejamento financeiro é composto por metas e suas prioridades. Ter um planejamento a longo prazo e saber dividir as metas maiores em diversas metas menores é essencial para conseguir atingir elas.

Neste conteúdo, abordaremos mais sobre esse assunto, para conferir, leia até o final!

Por que fazer um planejamento financeiro?

Apesar de ser relativamente óbvio para alguns indivíduos, muitas ainda não entendem porque deviam ter um planejamento financeiro.

Listamos algumas das vantagens que ele proporciona abaixo:

Além dos citados acima existem diversos outros benefícios para aqueles que têm um planejamento financeiro adequado para a sua realidade, portanto, se você ainda não tem um, está na hora de começar a criar.

Seguro de vida no planejamento financeiro pessoal?

No momento em que você for criar seu planejamento financeiro pessoal, considere um seguro de vida, pois, ele vai te proporcionar diversas vantagens.

Apesar de muitas pessoas acabarem encarando ele como um gasto, ele deve ser observado de outra forma, na verdade, como sendo um investimento.

A partir de um valor relativamente baixo mensal, você vai ficar tranquilo e amparado caso aconteça algum imprevisto ou fatalidade, a depender do seu seguro.

Isso é muito importante, principalmente para quem tem filhos ou até mesmo dependentes, pois caso haja algum problema, não só sua vida vai ser bastante afetada, como também, a vida dessa pessoa.

Principais vantagens do seguro de vida

Abaixo, vamos listar as principais vantagens de incluir o seguro de vida no seu planejamento financeiro.

1° Garante a segurança financeira da sua família

Se você tem filhos, alguma dívida ou empréstimo feito em seu nome e é o único provedor da sua família, o melhor e optar por um seguro de vida.

No caso de fatalidades o seu dependente poderá ficar amparado quanto a essas questões, sendo essencial principalmente para ele se restabelecer após a sua perda.

O seguro de vida não serve apenas para caso de fatalidades, mas pode também ser utilizado para doenças graves, para os custos do tratamento dessas doenças no hospital, para invalidez temporária.

Portanto, o seguro é um reforço na reserva financeira, para cobertura em caso de afastamento do trabalho e em diversas outras ocasiões, a depender da empresa e do plano que você realizou a contratação.

Muitos acabam pensando que o seguro de vida só tem uma modalidade, sendo que, na verdade existem 4 diferentes tipos de seguros, confira quais são eles:

Dessa forma, existe uma grande probabilidade de, pelo menos, um deles se adequar às suas necessidades e fazer com que você possa se sentir mais seguro, pagando um valor que esteja dentro do seu orçamento.

2° É uma ótima proteção contra riscos e fatalidades

Além de proteger sua família, ele também pode ser útil até mesmo para você, pois, como citado anteriormente, não é apenas em fatalidades que você pode utilizá-lo.

Dessa forma, ele é uma excelente opção para minimizar alguns riscos pessoais e mesmo as pessoas que não têm nenhum tipo de dependente deveriam pensar na contratação de um seguro de vida para jovens.

Como escolher o melhor seguro de vida?

Para escolher o melhor seguro de vida, você pode seguir o passo a passo abaixo, com 5 simples etapas, confira!

1 – Defina e alinhe seus objetivos

Antes de contratar um seguro de vida, é muito importante que você faça o alinhamento dele com o seu planejamento financeiro pessoal.

Entenda quais são as fatalidades e situações que você deseja ser segurado e quais aqueles que você acredita que não valem a pena nesse momento, analisando principalmente a relação de custo-benefício entre adicionar ou não um item.

2 – Calcule a indenização do seguro de vida

É extremamente necessário que você faça o cálculo da indenização dele e entenda como o seguro de vida é calculado.

Faça os cálculos baseados em quanto tempo e como sua família pode estar protegida a partir do seguro para esse tipo de situação.

Não se esqueça de calcular os seus gastos fixos mensais – água, luz, ect. O seu financeiro precisa fechar no positivo, ou seja, além das contas fixas do mês, você irá acrescentar o seguro escolhido.

3- Pesquise diferentes seguradoras e tipos de seguro

Como já abordado neste conteúdo, existem quatro diferentes tipos de seguros, buscar entender cada um deles antes de contratar é o primeiro passo.

Analise com calma aquele que se encaixa a sua realidade, no seu orçamento – planejamento financeiro pessoal – e faça a sua escolha.

Além disso, comparar os seguros das diferentes seguradoras é muito importante, principalmente para você entender quais os principais benefícios de cada empresa.

4 – Escolha uma corretora de confiança

Escolha uma corretora de confiança e que já esteja estabelecida nesse mercado, isso vai fazer com que você se sinta mais confortável ao adquirir um.

Se você quer contar com um excelente seguro de vida e ao adicionar ele no seu planejamento financeiro pessoal, a Classic Seguros é uma empresa que tem mais de 30 anos de experiência prestando a assessoria, consultoria e comercialização de apólices!

Para saber qual o melhor seguro para você, entre em contato conosco!

Gostou deste conteúdo? Veja também quais são os pilares da educação financeira!